SINSERPI requer correção na promoção funcional dos profissionais da educação, com definições expressas na Lei das porcentagens para passagens de cada uma das classes e níveis, e a aplicação do Piso do Magistério em toda carreira.

| 0

SINSERPI requer “que a promoção funcional dos profissionais da educação seja corrigida, mediante as seguintes ações: definição expressa na Lei das porcentagens para passagem de cada uma das classes (de um a quinze para todos os profissionais do magistério, e de um a dezoito para os profissionais de apoio educacional); definição expressa na Lei das porcentagens para cada passagem de nível, ou seja, de B para C, e de C para D, para todos os profissionais do magistério; e aplicação do Piso do Magistério em toda carreira.”


Para ler o requerimento na íntegra, clique aqui.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

12 + 11 =